Empreendedorismo feminino

Seminários do Sebrae reúnem cerca de 450 mulheres em quatro municípios do Centro-Norte baiano

Eventos abordaram a felicidade como causa do sucesso e provocou reflexão sobre a importância da mulher no mundo dos negócios

“Levo como resultado o fato de as pessoas terem sido tocadas para o transformar das suas emoções. Entenderem que uma educação emocional, voltada a um estilo de vida positivo, impacta no dia a dia e na produtividade, indo muito além do bem-estar subjetivo, o que já é muito importante”. A fala é da palestrante Sandra Teschner, que resumiu o que sentiu do circuito de Seminários das Mulheres Empreendedoras. O evento aconteceu de 18 a 21 de outubro, nos municípios de Capim Grosso, Senhor do Bonfim, Campo Formoso e Jacobina, no Centro-Norte baiano.

Realizado pelo Sebrae, em parceria com entidades e prefeituras locais, os eventos tiveram a participação de cerca de 450 pessoas, a maioria mulheres, dos mais variados segmentos de negócios. Chief Happiness Officer, pela Universidade da Flórida, Teschner focou, como ponto central, a felicidade como ciência e causadora do sucesso, não como consequência.

Segundo a palestrante, é possível aprender a ser feliz. Ela ressaltou que a pessoa feliz é um ativo para uma empresa. “Pessoa felizes são mais produtivas, criativas, mais resilientes, negociam melhor e trazem resultados positivos para as empresas”, disse a profissional, acrescentando que “algumas empresas já buscam os felizes como único critério de seleção”.

Para o gerente regional do Sebrae em Jacobina, Geronilson Ferreira, com pequenas mudanças comportamentais, é possível mudar o cenário de uma empresa. “De acordo com a ciência da felicidade, por meio de práticas simples, é possível trazer para o ambiente corporativo, empresarial e empreendedor, soluções aos desafios que a maioria das empresas enfrenta. Dessa forma, é possível vencer obstáculos, denominar metas, faturamento e manter os empreendimentos consolidados, gerando ocupação e renda”.

Já para a coordenadora da Câmara de Mulheres Empreendedoras de Jacobina, Karoline Souza Ribeiro, “eventos como esses proporcionam um network positivo, com a percepção da necessidade de inovação, não só ligado ao conceito tecnológico, mas como também ao comportamental. Quando observamos que o autocuidado está ligado à felicidade, a gente percebe que os nossos negócios prosperam mais, especialmente no cenário em que vivemos atualmente”.

Os alimentos arrecadados, como inscrição do evento, serão doados a instituições sociais da cidade. Durante o encontro, houve também o sorteio de brindes e menções ao Outubro Rosa.

Agência Sebrae de Notícias Bahia:
Mais notícias: http://www.ba.agenciasebrae.com.br
Canal no Telegram: t.me/sebraebahia
Podcast: bit.ly/imersaosebrae

Para mais conteúdos, siga o perfil @sebraebahia nas redes sociais:
http://www.instagram.com/sebraebahia
http://www.YouTube.com/sebraebahia
http://www.facebook.com/sebraebahia
http://www.twitter.com/sebraebahia
https://www.linkedin.com/company/sebraebahia

Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800