Economia Criativa

Evento em Ilhéus reúne projetos de arte, cultura e chocolate

Iniciativa, realizada nesta segunda-feira, 16, expôs ações de Economia Criativa, como os festejos de São João, a confirmação do Festival do Chocolate e a pós-graduação em Gestão de Negócios em Cacau e Chocolate

Ilhéus – “Deguste!... Arte, Cultura e Chocolate”. Com este tema, o convite para mais uma ação do projeto de Economia Criativa e Chocolate do Sebrae, reuniu empresários e visitantes para um momento de lazer, troca de experiências e oportunidade de bons negócios. O evento foi realizado nesta segunda-feira, 16, das 16h às 19h, no Hotel Jardim Atlântico, no litoral sul de Ilhéus.

Empresários com experiências vitoriosas, nos segmentos de artesanato, chocolates finos e derivados de cacau, montaram estandes e expuseram seus produtos. “Queremos apresentar um ao outro, integrá-los, criar uma rede de negócios que permita o fortalecimento das ideias individuais, mas em um universo coletivo”, explicou a gestora do projeto do Sebrae Economia Criativa e Chocolates, Fabíola Paes Leme.

Entre os participantes estava o produtor de cacau, Lucas Kruschewsky, que pretende colocar definitivamente a localidade de Rio do Braço no calendário junino da região. O São João, previsto para a segunda semana de junho, resgata um dos cenários históricos mais importantes da cidade. Em seu apogeu foi construída a primeira estação ferroviária do sul da Bahia, em 1911, época de produtivas fazendas, antes das sucessivas crises do cacau.

“Quando cheguei e vi destruído aquele cenário próspero da minha infância, entrei na velha estação e prometi que não desistiria do lugar”, revelou Kruschewsky. Ele passou a morar na localidade, recuperou a estação férrea e transformou o espaço em um restaurante de comidas típicas. Na fazenda Estrela da Manhã, oferece passeios, banho de rio e pesca do Tucunaré. “Estamos renascendo e cheios de ideias”, completou o empresário.

Festival do Chocolate

No evento, o publicitário Marco Lessa lançou a mais nova edição do Festival Internacional do Chocolate, que vai acontecer de 21 a 24 de julho, no Centro de Convenções de Ilhéus. “Desde 2009, em nossa primeira edição, tivemos um grande crescimento: saltamos de 3 para 25 marcas participantes, de 13 para 65 estandes e de 6 mil para 30 mil visitantes”, destacou Lessa.

O Festival passou a atrair a atenção de grandes marcas, especialistas do mundo inteiro e, somente na última edição, mobilizou 10 milhões de reais em negócios. Nos últimos dois anos, contabiliza Lessa, o evento proporcionou 50 milhões de reais em mídia espontânea na imprensa nacional e internacional. O evento, que começou como um espaço de exposição, ganhou ingredientes, como debates, troca de experiências, cultura, lazer e competições gastronômicas e esportivas.

Especialização

Outro participante do evento Arte, Cultura e Chocolate, o empresário Durval Libânio, compartilhou a experiência de ter idealizado e montado um curso de pós-graduação em Gestão de Negócios em Cacau e Chocolate, que é oferecido, este ano, pela Faculdade de Ilhéus em parceria com o Instituto Cabruca, dirigido pelo empresário.

“A missão do curso é passar por toda a cadeia produtiva do cacau, o processo e tecnologia de fabricação do chocolate, o beneficiamento das amêndoas do cacau, além da gestão e empreendedorismo”, explicou Libânio. A primeira turma é composta por cacauicultores, produtores de chocolate, profissionais da área de nutrição, entre outros.

Agência Sebrae de Notícias Bahia
(71) 3320-4558 / 3444-6811 / 99222-1612 / 98263-0835
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.ba.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebraebahia
www.facebook.com/sebraebahia

Tags: Cacau, Cultura regional, Economia criativa, chocolate