Ações

Projeto Educação Empreendedora faz balanço positivo das ações em 2021

Evento realizado na última terça-feira (30) contou com a participação de representantes de instituições de ensino e palestra do especialista Rossandro Klinjey

Em um evento online em formato de talk show, que reuniu centenas de educadores de toda a Bahia, na tarde da última terça-feira (30), o Sebrae fez um balanço positivo das ações do Projeto Educação Empreendedora, em 2021. Mesmo com o cenário de pandemia, o programa conseguiu engajar a comunidade acadêmica de todo o estado.

Em sua participação, o superintendente do Sebrae Bahia Jorge Khoury, reforçou a importância do projeto para o desenvolvimento dos municípios, apesar dos desafios impostos pela pandemia. “É um ano que está se passando, com muitas dificuldades, mas com muita vontade de fazer acontecer. Não tenho dúvidas que o trabalho que conseguimos fazer juntos foi muito gratificante, por podermos levar para todas àquelas crianças informações que tenham a ver com a educação e o empreendedorismo. A educação empreendedora é fundamental para aquilo que nós, do Sebrae, realizamos. Já estamos chegando em torno de 300 municípios, mas somos 417 e vamos juntos lutar para que o projeto possa alcançar todo o estado”, afirmou.

Apresentado pela gestora do projeto, Ana Luci Des Graviers, o evento contou também com a presença de José Soares, que coordena os programa nas instituições de ensino superior. Eles reforçaram que, durante a pandemia, o Educação Empreendedora, foi mais uma oportunidade de ensino e aprendizado nas escolas e na formação de professores e alunos.

"Em 2021, trabalhamos com mais de 180 municípios no formato de oficinas remotas, cursos EAD para professores e consultorias para educação empreendedora. Estivemos de norte a sul, leste a oeste da Bahia para trazer a educação empreendedora", disse Ana Luci.

José Soares, por sua vez, afirmou que o Sebrae tem buscado levar a mensagem da educação empreendedora para todos os municípios, em diversos níveis da educação. “É uma satisfação muito grande poder levar essa mensagem da educação empreendedora para professores, gestores de escola e secretarias municipais. Trabalhamos com a educação empreendedora em todos os níveis, desde o ensino básico, passando pelo ensino médio, profissional e superior", complementou.

A primeira parte do evento contou ainda com as participações de Janaina Neves, do Sebrae Bahia, que falou sobre “Educação e Territórios Empreendedores: a importância da consultoria para educação integral nos municípios baianos”, e Leidiene Jesus, da UNIFACS, falando das experiências da Educação Empreendedora no Ensino Superior.

Palestra

O momento mais esperado pelo participantes que acompanhavam o evento foi a palestra com o professor e psicólogo Rossandro Klinjey, abordando o tema “Qual o seu legado como professor? Como você será visto no futuro”.

“Não tem como negar que uma das áreas mais afetadas com a pandemia foi a Educação. Quando 1,7 bilhões de alunos foram para casa, o mundo ficou em polvorosa sobre o que fazer com eles. O professor está tendo a oportunidade de perceber a oportunidade que tem de entregar mesmo não estando diante do aluno”, falou o especialista.

Klinjey reforçou ainda que o professor precisa ficar atento à marca que deixa no mundo, que é a diferença que faz na vida das pessoas. “A marca que deixamos na vida das pessoas é um conjunto de coisas que damos o nome de legado. E o que nos vem na cabeça é quais foram os professores que me marcaram quando eu era aluno?'. Quais características eles ou elas tinham que me fizessem pensar que era esse o tipo de professor que quero ser? Quando lembro dos meus primeiros professores, me vem três tipos: aqueles que são indiferentes, estão ali para cumprir tabela; tem aqueles que traumatizam alunos e aqueles que inspiram agente. Aqueles e aquelas que marcam a nossa vida de uma forma tão inapagável, que sempre temos um brilho no olhar ao falar deles", complementou.

Projeto Educação Empreendedora

O Programa atua na Bahia desde 2014, com todos os níveis de ensino (fundamental, médio e superior) e tem como foco apoiar a jornada de professores e alunos por meio do desenvolvimento de competências empreendedores. A proposta está conectada com a missão do Sebrae, que é promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo.

O Programa Nacional de Educação Empreendedora busca estreitar as relações com instituições de ensino formal para expandir a oferta de educação empreendedora nos diversos níveis de ensino, com a aplicação de soluções educacionais que abordam o empreendedorismo.

Dentre as ações que o projeto realiza, estão o Programa Jovens Empreendedores Primeiro Passos (JEPP), para o Ensino Fundamental; Despertar e Crescendo e Empreendendo, para o Ensino Médio; Pronatec Empreendedor, no Ensino Técnico; e disciplina de Empreendedorismo e Desafio Universitário Empreendedor, para o Ensino Superior.

 

Agência Sebrae de Notícias Bahia:
Mais notícias:  http://www.ba.agenciasebrae.com.br
Canal no Telegram:  t.me/sebraebahia
Podcast:  bit.ly/imersaosebrae

Para mais conteúdo, siga o perfil @sebraebahia nas redes sociais:
http://www.instagram.com/sebraebahia
http://www.YouTube.com/sebraebahia
http://www.facebook.com/sebraebahia
http: // www.twitter.com/sebraebahia
https://www.linkedin.com/company/sebraebahia