Inovação

Jovens baianas vão disputar etapa mundial de evento da Nasa

Equipes formadas por mulheres foram as vencedoras da etapa local do hackathon, que contou com o apoio do Sebrae

Duas equipes formadas por jovens baianas venceram a etapa local do Nasa Space Apps Challenge, maior hackathon do mundo. As empreendedoras vão representar o estado na etapa internacional, que acontece em dezembro. O evento online que definiu as duas equipes vencedoras contou com apoio do Sebrae Bahia e foi realizado no início de outubro. As jovens vão participar do Programa Acelera Mais em 2021, iniciativa do Sebrae voltada para aceleração de startups.

A equipe HER conquistou a primeira colocação e é formada pelas engenheiras de petróleo Larissa Nery, e Isabella Moresco, além da arquiteta Natália Cunha e da designer Gabriela Pereira. Elas desenvolveram um sistema independente capaz de captar água da atmosfera e devolvê-la ao solo em forma de chuva artificial, com o intuito de evitar incêndios.

Já a equipe Hypatia, segunda colocada, criou um projeto com a missão de acabar com a desigualdade na nutrição ao usar batatas transgênicas, de fácil cultivo, contendo o gene de produção da vitamina B-12, componente encontrado exclusivamente em produtos de origem animal. O grupo é formado pelas estudantes Beatriz Mota, Ananda Savitri, Daniela Méria, Clara Fernandez, Michelle Velasquez, e Talia Oliveira.

“Fizemos história. Esta foi a edição com maior participação feminina e, por mérito, elas venceram a etapa local”, ressalta Leka Hattori, representante local da competição, que desenvolveu o aplicativo Space&Terra exclusivamente para o evento, que esta edição foi 100% virtual. Em todo o mundo, foram cerca de 26 mil participantes em mais de 150 países que disputaram as etapas locais.

Sebrae Delas

Pela forte representação feminina no evento, o Sebrae também esteve presente ao evento por meio do programa Sebrae Delas. As jovens empreendedoras participaram de mentorias com a analista do Sebrae Bahia, Mariana Cruz. “Com o evento online, tivemos a oportunidade de incluir mais pessoas, com o sentido de aumentar a presença feminina nesse meio”, conta Mariana.

A analista destacou a vitória de equipes formadas por mulheres. “Isso nos dá muito orgulho e é fruto do trabalho de toda a equipe de mentores e jurados. O hackathon tem esse objetivo de promover questões para a busca de soluções de projetos de base tecnológica com impactos socioambientais”, reforçou.

Desenvolvimento sustentável

O gestor de projetos do Sebrae Bahia, Ítalo Guanais, reitera que os desafios da Nasa abrangem os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). “O Sebrae apoia o evento com o propósito de fomentar a colaboração e a criatividade junto a estudantes universitários e startups, também buscando incentivar o empreendedorismo nesse segmento”.

Na disputa final, em dezembro, serão selecionados 30 projetos, sendo que seis serão contemplados. O anúncio dos vencedores está previsto para meados de janeiro.

Para mais informações e conteúdos, siga o perfil @sebraebahia nas redes sociais: Instagram, Facebook, Twitter, Youtube, Linkedin, e faça parte do canal no Telegram, que pode ser acessado pelo link t.me/sebraebahia