Capacitação

Empreendedores aprendem sobre valoração de tecnologia e investimentos

O encontro representa o primeiro Workshop do Projeto Startup Bahia e tratou do quesito valuation, o processo de formatar quanto uma empresa vale no mercado

O instrutor Rodrigo Ventura orientou e esclareceu dúvidas dos participantes acerca do universo das startupsSalvador - No universo de ativos intangíveis das startups, Donjorge Almeida pode entender melhor a dinâmica de valoração da República Interativa após o Workshop do Projeto Startup Bahia, realizado durante esse sábado, dia 5, na Faculdade Área 1, na Av. Paralela. "Recebi um mundo de informações novas. Entendi que a gente precisa saber tudo sobre a empresa, como números e indicadores, e aplicar alguns dos métodos aprendidos para mensurar isso", conta ele, um dos cinco sócios da startup de conteúdo digital. 

O instrutor Rodrigo Ventura, que já trabalha com o ecossistema de startups em Santa Catarina, trouxe, às 20 empresas do projeto, orientações sobre questões relativas a área financeira, valoração de tecnologia (valuation) e investimento. Dentre os métodos apresentados para valoração das startups, o especialista destacou o Fluxo de Caixa Descontado, que analisa custos de capital e riscos do empreendimentos para mensurar o potencial negócio. 

Quanto aos quesitos que ampliam o valor da startup no mercado, a postura frente ao investidor e ao cliente faz a diferença. "É muito comum o erro de se primeiro falar com quem vai investir na sua startup antes de discutir com os clientes. Se você inverte essa ordem de 'audição', isso mostra a maturidade da sua proposta e aumenta as chances de o investidor embarcar e apostar naquele projeto", alertou Rodrigo.

As experiências anteriores, que agregam valor, contribuem também para esse processo de construção do valuation. Ajudar empreendedores a se comportarem como investidores e auxiliá-los na captação de investimentos foram pautas do encontro que agradaram Bruno Magnavita, sócio da startup Mobie. "Foi muito bom ter o conteúdo técnico que não encontramos na internet. O aprendizado será importante não só para captar investimentos, mas constituir a startup de maneira correta", destacou.

O gestor do Projeto Startup Bahia do Sebrae, José Soares, destacou que haverá outros seis encontros com os integrantes da iniciativa, de oito horas cada, para tratar de marketing, vendas, estruturação do negócio, lean, canvas e pitch. O último deles será dia 13. "A proposta é preparar as startups para empreender, para isso trazendo pessoas de outros estados, ampliando o diálogo", completou.

Projeto Startup Bahia  

O projeto do Sebrae Bahia busca fomentar o ecossistema local de startup por meio de capacitações e mentorias, e conta com a parceria da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia (Secti) e da Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão do Estado da Bahia (Fapesb), das instituições de ensino superior Área 1, Ruy Barbosa e Universidade Federal da Bahia (UFBA), além de lideranças jovens locais. 

Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail contato@startupba.com.br.

 Agência Sebrae de Notícias Bahia
(71) 3320-4558 / 3042-3880 / 99222-1612 / 98263-0835
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.ba.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebraebahia
www.facebook.com/sebraebahia

Tags: capacitação, inovação, startup